WhatsApp Image 2019-07-10 at 11.36.54.jpeg
Paulo Henrique Amorim durante visita ao Armazém do Campo-SP



Da Página do MST

Morreu na madrugada desta quarta-feira (10) o jornalista Paulo Henrique Amorin, no Rio de Janeiro. Com 58 anos de carreira, Amorim passou por quase todos grandes veículos e canais de mídia do Brasil. Crítico à imprensa hegemônica, o jornalista era conhecido por sua posição política combativa. Confira a nota de pesar do MST:
 

NOTA DE PESAR


É com profundo pesar e consternação que o MST vem a público lamentar o falecimento do jornalista e amigo Paulo Henrique Amorim que morreu na manhã desta quarta-feira, 10, aos 77 anos.


Dono de um personalidade única, Amorim  tratou seu ofício com o respeito e compromisso dos raros.


Era formado em Sociologia e Política, mas atuava como jornalista desde 1961. Escrevia para diversos jornais e revistas do país, e era proprietário do blog 'Conversa Afiada'.


Por onde passou, deixou um legado marcado pela seriedade e pela competência.


Manteve-se firme e corajoso, ciente de suas convicções mesmo quando tentavam calar sua voz.


O jornalismo perde um de seus melhores, Amorim nos deixa em um momento em que a verdade tem sido diariamente atacada, em que a conspiração fere a constitucionalidade a transparência, diante disso, sua ausência torna-se ainda mais grave.


Nosso  abraço fraterno à toda sua família, amigos e admiradores. Seu exemplo e determinação nos inspiram na luta pela democratização da terra, da comunicação e por um projeto digno e popular de país.

 

Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, 10 de julho de 2019.