Da Frente Brasil Popular 


Em nota a Frente Brasil Popular formada por mais de 100 organizações e movimentos populares denuncia mais uma ataque à democracia. Segundo o texto, as recentes acusações contra a senadora Gleise Hoffman e a prisão do ex-ministro José Dirceu são fatos que "fazem parte parte do desmonte progressivo da Constituição de 1988 e da ofensiva golpista contra a classe trabalhadora". 


Acompanhe:


A Frente Brasil Popular denuncia ao povo brasileiro mais um ataque à democracia patrocinado por setores do Poder Judiciário e dos aparatos repressivos do Estado. 


As novas acusações contra a senadora Gleisi Hoffman, presidenta do PT, e o retorno à prisão do ex-ministro José Dirceu fazem parte do desmonte progressivo da Constituição de 1988 e da ofensiva golpista contra a classe trabalhadora. 


O contexto de restrição das liberdades democráticas também se evidencia na criminalização sistemática que a grande mídia vem promovendo sobre os movimentos populares que lutam por moradia digna vem sofrendo nas ultimas semanas.


Ao encarceramento do ex-presidente Lula, somam-se esses novos atropelos à legalidade como instrumentos para a transição para um regime autoritário que imponha contra-reformas de caráter antipopular, antinacional e antidemocrática. 


Ao mesmo tempo, dirigentes e operadores da direita brasileira, especialmente aqueles vinculados ao PSDB, contra os quais há provas irrefutáveis e contas abarrotadas de dinheiro no exterior, são cinicamente liberados a toque de caixa por juízes leais ao partido do golpe. 


A Frente Brasil Popular, nesse sentido, solidária aos companheiros, chama à mobilização os partidos e movimentos progressistas de nosso país. 


As agressões contra a legalidade judicial integram os ataques contra os direitos sociais, as conquistas históricas do povo brasileiro e a soberania da nação. 


Frente Brasil Popular
São Paulo, 18 de maio de 2018