WhatsApp Image 2018-04-25 at 10.55.49 (5) (1).jpeg
Divulgação/MST 

 

Por Jailma Lopes 
Da Página do MST

 
Após ataque cometido por pistoleiros, na madrugada da última terça (24), contra a Comuna Urbana Brasil Popular, organizada pelo MST, na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte, diversos movimentos sociais, entidades de direitos humanos e autoridades políticas, repudiaram os atos de violência em ato de solidariedade realizado na Comuna.


Para, Neide Cordeiro, da direção estadual do MST, “a concentração histórica de terra no campo e na cidade para fins de especulação imobiliária ao longo dos anos, é fator crucial no acirrado a violência”.


O texto convoca toda a população a seguir em estado de alerta, pois o fato ocorrido está diretamente vinculado ao acirramento da conjuntura brasileira, de golpe e de prisões arbitrárias como a do ex-presidente Lula.

WhatsApp Image 2018-04-25 at 10.55.49 (2).jpeg
Divulgação/mst


Segue nota:

NOTA DE SOLIDARIEDADE À COMUNA URBANA DO MST EM MOSSORÓ/RN,

ATACADA POR JAGUNÇOS NA MADRUGADA DE 24/04

 

Nesta madrugada do dia 24 de abril, por volta das  horas, em Mossoró/RN, a Comuna Urbana Brasil Popular, organizada pelo Movimento de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Sem Terra foi atacada com tiros, por um grupo de jagunços. O atentado atingiu um acampado e outro ficou desaparecido por todo o dia.


A ocupação foi iniciada no dia 22 de abril, por cerca de 150 famílias, com o objetivo de reivindicar os direitos de acesso à terra e à moradia e denunciar o descumprimento da Constituição pelos entes estatais. Está localizada à margem da BR 304, ao lado da Cerâmica Porcelanati, e se dá sobre uma área pública que não cumpre sua função social. Mesmo assim, sujeitos privados tomaram a frente de ações arbitrárias de intimidação dos/as acampados/as, até chegarem ao grave atentado da madrugada.


As entidades e grupos abaixo assinados se solidarizam com as famílias que sofreram essa truculência e, mais uma vez, vêm a público denunciar a violência praticada contra os movimentos sociais populares e exigir das autoridades de todas as esferas que tomem as medidas adequadas nesta situação, não apenas investigando os responsáveis pelo atentado criminoso contra as famílias indefesas, mas também ouvindo as demandas apresentadas pelo movimento, que luta pela concretização de direitos sociais constitucionalmente garantidos.


Mossoró, 24 de abril de 2018.


Assinam a nota:

ADURN – Sindicato dos Docentes da UFRNAMÉLIAS - Mulheres do Projeto Popular
Amélias: Mulheres do Projeto Popular
AMNB – Articulação Nacional de Organizações de Mulheres Negras
BAMIDELÊ – Organização de Mulheres Negras na Paraíba
Central do Trabalhadores do Brasil – CTB
Central Única dos Trabalhadores - CUT
Centro Acadêmico de Biologia da UFRN – CABIO
Centro Acadêmico de Ciências da Religião- CAMAST - UERN
Centro Acadêmico de Comunicação Social Berilo Wanderley
Centro Acadêmico de Direito - UFRN
Centro Acadêmico de Farmácia Adolpho Ramires
Centro Acadêmico de História Carlos Marighella -UERN
Centro Acadêmico de Psicologia – UFRN/FACISA, Santa Cruz
Centro Acadêmico de Psicologia Ulysses Pernambucano
Centro Acadêmico de Serviço Social – UFRN
Centro Acadêmico de Serviço Social/ UERN
Centro Acadêmico de Turismo CERES Currais
Centro Acadêmico Marcos Dionísio/ UFERSA
Centro acadêmico Mirian Gurgel Praxedes/ CAGEO UERN
Centro Acadêmico Ronaldo Amaral – Biomedicina/UFRN
Centro de Referência em Direitos Humanos da UFPB
Centro de Referência em Direitos Humanos da UFRN/CRDH
Centro de Referência em Direitos Humanos do Semiárido /UFERSA
Centro de Referência em Direitos Humanos Marcos Dionísio da UFRN
Coletivo Arretadas
Coletivo Enegrecer
Comissão de Direitos Humanos, Trabalho e Minorias da Câmara Municipal de Natal
Comissão Pastoral da Terra (CPT)
Confederação do Equador
Conselho Estadual de Direitos Humanos e Cidadania do Rio Grande do Norte – COEDHUCI
Conselho Regional de Psicologia do RN - 17 Regional
Consulta Popular
CUT – Central Única dos Trabalhadores
DCE - IFCE
DCE Romana Barros - UFERSA
DCE UNILAB
DCE/ UERN Anatália de Melo Alves
DCE/UFRN - José Silton Pinheiro
Diretório Acadêmico de Matemática da UFRN
Escritório Popular Paulo Freire (UFERSA)
FEAB – Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil
Frente Antifascista do Vale do Jaguaribe
Frente Brasil Popular
Frente de Evangélicos Pelo Estado de Direito
Grupo de Estudos em Direito Crítico, Marxismo e América Latina - GEDIC/ UFERSA
Grito dos/as Excluídos/as de Mossoró
Grupo de Pesquisa Marxismo e Educação
Grupo Mulheres em Ação - Mossoró
Instituto de Pesquisas e Estudos em Justiça e Cidadania - IPEJUC
Jornal Brasil de Fato
Juventude da Articulação de Esquerda/ JAE
Kizomba - Por uma nova cultura política
Levante Popular da Juventude
Mandato da Senadora Fátima Bezerra - PT
Mandato da Vereadora Isolda Lula Dantas – PT/Mossoró
Mandato do Deputado Estadual Fernando Mineiro - PT
Mandato do Vereador Sandro Pimentel – PSOL
Mandato da Vereadora Natália Bonavides – PT/Natal, Presidência da Comissão em Direitos
Humanos de Natal
Marcha Mundial das Mulheres
MMC - Movimento de Mulheres Camponesas
Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas – MLB
Movimento de Mulheres Olga Benário
Movimento Nacional da População de Rua no Rio Grande do Norte - MNPR/RN
NEM - Núcleo de Estudos da Mulher Simone de Beauvoir/UERN
Observatório da Justiça e Cidadania/RN
Observatório da População Infanto-Juvenil em Contextos de Violência - UFRN
Ousadia Juvenil
Pastoral da Juventude do Meio Popular – PJMP
Pastoral da Juventude do Meio Popular - PJR
Pastoral Operária
PC do B - Mossoró
PSOL do Vale do Jaguaribe
PSOL RN
PT/Mossoró
Rede de Comercialização Solidária Xique-Xique
REGIF – Rede de Grêmios do IFRN
REPROTAI – BA
Ser-Tão: assessoria jurídica e educação popular
Serviço de Assistência Rural e Urbana – Rede SAR
Sinasefe/RN – Sindicato Nacional dos Servidores Federais
Sindicado Nacional dos Servidores Federais - SINASEF RN
Sindicato dos Empregados do Comércio de Mossoró - SECOM
Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Apodi - STTR
Sindipetro/RN – Sindicato dos Petroleiros
UBES - União Brasileira dos Estudantes Secundaristas
UNE – União Nacional dos Estudantes
União Brasileira de Mulheres – UBM
União Brasileira de Mulheres - UBM Potiguar
União da Juventude Rebelião – UJR
União dos Estudantes Secundaristas Potiguares – UESP
União Metropolitana dos Estudantes Secundaristas de Natal
Unidade Popular pelo Socialismo – UP