WhatsApp Image 2018-01-24 at 14.28.38.jpeg

 

Por Fernanda Targa
Do Levante Popular da Juventude

 

No início da tarde desta quarta-feira (24), manifestantes que ocupavam a calçada da sede da Rede Globo no Rio de Janeiro entram no prédio da empresa e realizaram uma ação direta chamada "Globo condena Lula? Povo enfrenta Globo!".


Os manifestantes mancharam de vermelho o letreiro externo da Rede Globo e da mesma forma o símbolo da emissora no hall de entrada do prédio, além de deixarem o recado nas paredes: "Globo golpista!".


"Um julgamento como esse exige uma resposta radical. Precisamos mostrar que o povo não aceitará uma condenação com cartas marcadas.  Criou-se um espetáculo jurídico com nítida sustentação da rede Globo. O judiciário não sustentaria tanta inconstitucionalidade se não fosse a  emissora agindo por traz para se favorecer. Enquanto existir Globo, não haverá democracia" afirma Paulo Henrique do MST.


Os movimentos afirmam que não aceitarão caso o resultado do julgamento seja de condenação e prometem ocupar as ruas e radicalizar para garantir que Lula tenha o direito de ser candidato.


Segundo Luma Vitório, a articulação do judiciário,, da mídia  e do sistema financeiro não será suficiente para barrar a candidatura à presidência de Lula. "Ele será candidato e sendo candidato será eleito, porque o povo sabe que o projeto que querem nos empurrar acaba com os direitos do povo brasileiro. Nós garantiremos isso".

 

 

*Editado por Rafael Soriano