photo_2017-12-20_09-22-38.jpg

 

Por Coletivo de Comunicação do MST na Bahia
Da Página do MST


“As pessoas reconhecem o MST pela ocupação do latifúndio. Não tem outro caminho”, afirmou Valmir Assunção, deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores (PT), durante o 24º Encontro Regional do MST no Sudoeste da Bahia, que aconteceu entre os dias 14 e 16/12, no Centro de Formação Pátria Livre, em Barra do Choça.


O encontro contou a presença de 200 Sem Terra da coordenação dos assentamentos e acampamentos da região e da militância que possuí alguma tarefa no Movimento, com o objetivo de contribuir no direcionamento da luta pela terra para o próximo período.


As atividades de estudo e debate apontaram para realização de um planejamento a médio prazo, a partir dos desafios encontrados na luta pela Reforma Agrária Popular e o atual momento de instabilidade democrática e retirada de direitos protagonizadas pelo desgoverno de Michel Temer (PMDB).


Segundo a coordenação do encontro, a conjuntura política serviu como plano de fundo para quê, coletivamente, pudessem debater os próximos passos que o MST precisa tomar na região.


Nesse sentido, Isaias Nascimento, lembrou que o atual governo tem um lado e não é o do trabalhador. “Nossa principal tarefa é a ocupação de todos os espaços que temos para dialogar com a sociedade, como as nossas escolas e os espaços de comercialização através da nossa produção agroecológica”, pontuou.


“Temos também, que criar métodos de fortalecer a participação da juventude na luta; criar condições de formação para todas as idades, facilitando assim o processo de criação de novos quadros de militantes […] assim avançaremos”, destacou Nascimento.


Já Valmir Assunção, acredita que para além desses elementos é necessário investir em trabalho de base e na batalha das ideias junto com a sociedade. “O próximo período exige organização, formação e muita luta”, concluiu.


Encontro Estadual


O encontro regional prepara a militância para participar o 30º Encontro Estadual do MST na Bahia , que acontecerá entre os dias 10 e 14 de janeiro, no Centro de Treinamento da Secretaria de Desenvolvimento Rural (CTN-SDR) e contará com a participação de mais de 1,2 mil trabalhadores e trabalhadoras Sem Terra de 10 regiões do estado.