IMG-20171218-WA0012.jpg

 

Por Coletivo de Comunicação do MST na Bahia
Da Página do MST

 

Entre os dias 15 e 17 de dezembro, o Assentamento Eldorado, localizado em Santo Amaro, no recôncavo baiano, recebeu o Encontro da Juventude da Brigada Carlos Marighella, que teve como foco a realização de diversas atividades na área da produção audiovisual, em parceria com o Cineclube Eldorado.


Durante os cinco dias, cerca de 25 jovens dos assentamentos Nova Suíça, Paulo Cunha e do próprio Eldorado, participaram das atividades.


Foram realizadas oficinas onde os jovens aprenderam noções básicas de fotografia e vídeo. Discutiram também a importância dessas ferramentas na produção de imagens em torno da realidade social do campo e como esses instrumentos são indispensáveis na luta.

 

IMG-20171218-WA0009.png

As fotos e vídeos produzidos pela turma foram exibidos na noite do sábado (16), durante a entrega de certificados do curso. Feliz com os resultados, Edicléia Miranda, da Direção Estadual do MST na Bahia, destacou o papel que a linguagem audiovisual possui na formação e organização das famílias assentadas e acampadas.


“Produzir uma comunicação feita pelo povo e para o povo é mais que entregar uma câmera nas mãos dos trabalhadores, é muni-los de um instrumento capaz de romper com o silêncio e produzir protagonistas a luta popular”, pontuou Miranda.


Outras atividades


Além das atividades atividades de formação em audiovisual, os jovens Sem Terra participaram de uma oficina de reciclagem, onde foram confeccionadas carteiras artesanais feitas de caixa de leite; um torneio de futebol; e um momento de produção de poemas para denunciar o racismo e as desigualdades sociais.

 

*Editado por Leonardo Fernandes