photo_2017-10-19_18-08-42-768x576.jpg

 

Por Coletivo de Comunicação do MST na Bahia
Da Página do MST


Em protesto as medidas golpistas do presidente ilegítimo Michel Temer (PMDB), cerca de 100 trabalhadores ligados ao MST e ao Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA), realizaram um ato de agitação e propaganda no Aeroporto Internacional de Salvador Luiz Eduardo Magalhães na tarde desta última quinta-feira (19).


Com apitos, faixas e gritos de ordem, denunciaram a situação “absurda” e “arbitrária” que as medidas do governo Temer impactam a vida de toda sociedade. Um dos pontos de destaque na manifestação foi a atual Reforma Trabalhista, que permite o processo de terceirização do trabalho e mexe em direitos como férias, jornada de trabalho e banco de horas, inclusive, o trabalhador será impedido de recorrer à Justiça do Trabalho para garantir seus direitos.


Para o presidente do SNA, Luiz da Rocha, é importante ocupar os espaços e debater com a sociedade os retrocessos que estão sendo implementados. “Nossa tarefa é defender nosso país e intervir nessa conjuntura. Ocupar um espaço como o aeroporto de Salvador é intensificar o diálogo com a sociedade. Não podemos ficar quietos”, enfatiza o sindicalista.


Nesse sentido, Jobson Passos, do Coletivo de Juventude do MST, aponta a necessidade de mais manifestações acontecerem nos aeroportos de todo Brasil. “Precisamos que muitos desses atos se espalhem na sociedade e que a unidade do povo se faça presente para reestabelecer o desejo popular e a democracia”, explica.


Numa caminhada pelos terminais do aeroporto, panfletos eram entregues com o objetivo de estabelecer um diálogo com os passageiros e funcionários das empresas de aviação.