Da Página do MST 


Entre os dias 6 a 10 de setembro, a cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais, sediará o 22º Encontro da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares (Renap). O evento de abertura será dia 6 de setembro, das 18 horas às 22 horas, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), localizada na rua Albita, 250, bairro Cruzeiro.


Diante da conjuntura nacional de total retrocessos de direitos, o tema do encontro será “Nenhum direito a menos”. Historicamente, é no encontro nacional que as advogadas e os advogados populares da Renap e estudantes de Direito debatem o contexto social, político e jurídico da assessoria jurídica popular, e juntamente com os movimentos sociais e populares articulam demandas e as ações neste campo. 


Este ano o evento de abertura contará com a presença da socióloga e ouvidora externa da Defensoria Pública da Bahia, Vilma Reis, que falará sobre o “Sistema de Justiça, retrocessos sociais e lutas populares”. Representantes do Movimento de Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), da Comissão Pastoral da Terra (CPT) e do Movimento de Atingidos por Barragens (MAB) participarão do debate com a convidada da noite para dialogar sobre as realidades das lutas do campo e da cidade. A mesa de abertura contará ainda com representantes de instituições do sistema de justiça e poder executivo.


No dia 7 de setembro, a partir das 14 horas, na Escola Sindical 07 de outubro, está previsto um debate sobre a conjuntura nacional, com as participações de Givânia Maria da Silva, representante da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (CONAQ); Dinaman Tuxá, advogado indígena e coordenador executivo da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB); Tchenna Maso, representante da Via Campesina; além de representantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), da mulheres e da comunidade LGBTT.


Os demais momentos do encontro serão de formação e articulação entre as advogadas e os advogados populares e estudantes de direito participantes do encontro.