Por Geani Souza
Da Página do MST 


De 28 a 30 de agosto, na Escola Latina Americana de Agroecologia (ELAA), no município da Lapa, Paraná, acontecerá o I encontro de adolescentes das áreas de Reforma Agrária da região sul do Brasil, com a participação de aproximadamente 140 educandos das escolas de acampamentos e assentamentos da região. 


O encontro tem como objetivo discutir o lugar dos jovens no MST, sua auto-organização e a participação dos mesmos na luta pela educação, Reforma Agrária e por um Projeto Popular para o Brasil.


Para Valter Leite, da coordenação do setor de educação do MST, o encontro surgiu pelo próprio entusiasmo dos adolescentes, pois a partir do 12 anos de idades eles já não podem participar do encontro Sem Terrinha, assim, ficava uma lacuna de participação até chegar ao coletivo da juventude.


“Diante desse cenário, originou-se a possibilidade de realizar um encontro com o intuito de oportunizar ambientes formativos que os permitam os discutir seu papel na construção do MST”, disse Leite.


O encontro irá proporcionar diferentes ambientes formativos que irão discutir temas relacionados à agroecologia, cooperação, sexualidade, auto-organização dos estudantes, conjuntura política e educacional, além do acesso à diferentes oficinas de produção artística e criativa.


“Os ambientes formativos estão articulados pelo objetivo de contribuir na elevação cultural, na condição organizativa e na capacidade criativa de lutar e construir a Reforma Agrária Popular e por um projeto societário socialmente justo”, finalizou Leite.

 

*Editado por Maura Silva 

Encontro dos adolescentes.jpeg