abffaf2f-ae56-4fb8-87f3-873b5ecd0c2c (1).jpg
Legenda

 

Por Coletivo de Comunicação do MST na Bahia
Da Página do MST


Com o desafio de implementar políticas públicas educacionais de caráter popular, o MST realiza de 11 a 13 de agosto, no campus da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), em Valença, o 3º Seminário de Educação do Campo e Agroecologia.


O seminário contará com a participação de educadores e educadoras dos assentamentos e acampamentos do MST, de comunidades camponesas, pescadores e da própria UNEB, para ampliar o debate em torno da educação do campo, com foco no manejo agroecológico.


Para isso, um dos pontos de discussão será a inserção desse debate na matriz curricular das escolas, tendo em vista, que a temática já se apresenta de maneira transversal no processo educativo construído no campo. Além disso, será realizado um resgate das conquistas, lutas, história, limites e desafios da educação do campo.


Sem perder de vista o contexto local e o avanço do agro, hidro e minério negócio na região, a coordenação do Seminário destaca a importância de se debater a questão agrária no Baixo Sul, sua influência na educação do campo e o fazer pedagógico.


“Esses elementos serão a base para iniciarmos um amplo processo de avaliação e planejamento de nossa prática enquanto educadores e educadoras do MST”, explica Obede Guimarães, do coletivo de educação do MST.