af943b5c-4b9b-4dd4-91df-e089e14975a6.jpg
Minas Gerais

 

Da Página do MST


A Jornada do Movimento Sem Terra exigindo reforma agrária nas terras dos corruptos continua nesta quarta-feira (26) com mais mobilizações e ocupações de latifúndios. Nesta madrugada o Movimento ocupou uma área no Rio Grande do Norte ligada a Henrique Eduardo Alves, corrupto atualmente preso, e um complexo de fazendas com 700 hectares em Minas Gerais, de propriedade do empresário preso por corrupção Eike Batista.


No Rio Grande do Norte, a construção dessa obra tem impactado diretamente a região, reconcentrando de forma autoritária e ilegal as comunidades rurais e as áreas de assentamentos, sem indenização justa, expulsando as famílias do campo para viverem nas periferias das cidades, em detrimento da instalação das empresas do agronegócio. O MST cobra a realização de um Programa de Reforma Agrária Popular.

2bbf3202-7124-4104-9253-73e90d60b3bf.jpg
Rio Grande do Norte


Desde a última terça-feira (25), o MST se mobiliza ocupando as terras ligadas a Michel Temer (em São Paulo), Blairo Maggi (no Mato Grosso), Ricardo Teixeira (no Rio de Janeiro), Ciro Nogueira (no Piaui), todos envolvidos em casos de corrupção.. 


“Essas terras obtidas ou envolvidas nos esquemas de corrupção precisam ser confiscadas e destinadas a famílias Sem Terra, para que elas tenham trabalho e produzam alimentos pro campo e pra cidade”, declara Gilmar Mauro, da direção do MST. Outros dois latifúndios foram ocupados também nos estados do Mato Grosso do Sul e Paraná.


Além das ocupações de terras, o MST ocupou nesta quarta-feira o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), no Maranhão e em Pernambuco. O órgão havia sido ocupado ontem também em Sergipe e na Bahia. Ainda no Maranhão, o Movimento realizou na terça-feira uma manifestação bloqueando a entrada da Base Militar de Alcântara, contra sua entrega para os Estados Unidos.

 

Acompanhe as ocupações desta quarta-feira (26):

Sem Terra ocupam perímetro irrigado no Rio Grande do Norte

Por reforma agrária nas terras dos corruptos, MST ocupa mais uma área de Eike Batista

 

Para informações sobre as ações da terça-feira (25), clique aqui 

 

 

*Editado por Maura Silva