Por Aline Oliveira 
Da Página do MST

 

Nos dias 28 e 29 de junho de 2017, as Escolas do Campo do Assentamento 25 de Maio realizarão o II Festival de Arte e Cultura da Reforma Agrária, com o tema “Terra, campo e encanto: versando e cantando a luta”. A atividade acontecerá na Escola João Sem Terra, na comunidade Quieto, no Assentamento 25 de Maio, município de Madalena, Ceará.


A programação incluiu uma análise de conjuntura, palestras sobre agroecologia, apresentações artísticas e culturais, poesias, repentes, cordéis, grupos musicais, quadrilha junina, roda de capoeira, violeiros e sanfoneiros da região, além de uma feira com comidas típicas regionais.


Para Sandra Vitor, diretora da Escola do Campo João Sem Terra, “o II Festival de Arte Cultura das Escolas do Campo tem como objetivo fortalecer a identidade camponesa e o Projeto Político Pedagógico das escolas do assentamento 25 de Maio, pois uma das cinco matrizes curriculares da sustentação do projeto é a cultura. Nesse sentido, a cada dia, estamos diversificando as atividades e preparando um lindo festival. Nestes dois dias, a Escola João Sem Terra se transformará num palco cultural da diversidade existente no sertão central do Ceará”.


Os poemas, poesias e cordéis estão dentro de algumas temáticas indicadas pelas escolas envolvidas, além dos temas relacionados diretamente à luta do MST, como a agroecologia, a alimentação saudável, o direito à terra, os 30 anos de luta do Movimento Sem Terra, os 21 anos do massacre de Eldorado dos Carajás, os 28 anos do Assentamento 25 de Maio e do MST Ceará, os 100 anos da revolução Russa, os 20 anos do cerco policial na Bezerra de Meneses, o golpe de 2016, a educação do campo e a cultura popular.
 

festival (1).jpg

 

*Editado por Leonardo Fernandes