feira saude.JPG
Equipe de saúde da 2ª Feira Nacional da Reforma Agrária.
Foto: Eliel Freitas

 

Por Viviane Brigida
Da Pagina do MST​



Cuidar, promover e preservar são verbos que permeiam a tenda “Maria Aragão”, onde são feitos os atendimentos da equipe do setor de saúde do MST durante a 2ª Feira Nacional da Reforma Agrária. Ao todo 22 profissionais militantes estão atuando na equipe e contribuindo com evento.


Alimentação saudável, com produtos sem agrotóxicos. Para a coordenação do setor, a saúde se conquista com muita luta e é visível aos cuidados, na produção de alimentos, na formação e principalmente nos processos de mobilização.


A saúde é a alimentação da alma e a alimentação saudável, com produtos agroecológicos diretamente da agricultura camponesa. Esse é um dos temas mais presente na feira, seja nas grandes plenárias de debates, ou nos produtos vendidos e consumidos. Trabalhadores e trabalhadoras rurais de todas as regiões do Brasil, se fazem representar em suas diversidades regionais e culturais, por meio dos alimentos cultivados.


Saúde se apresenta também na vida, destaca a aposentada Maria do Carmo Rocha, 65, de São Paulo que visitou os espaços da feira. “Como estou encantada com tudo que estou vendo, ter saúde é tudo! Soube da Feira no metrô e vim conferir” expressava Dona Maria.


A tenda da saúde presta homenagem a Maria José Camargo Aragão, conhecida como “Maria Aragão”, negra, médica, comunista do estado do Maranhão. Para a Andréia Campigotto, da coordenação do setor de saúde do MST, a feira congrega saberes e trocas de experiências que sintetizam a luta Sem Terra. “Pra gente, enquanto coletivo do MST é um resgate dos saberes milenar que está presente nos nossos acampamentos e assentamentos, massoterapia, enfermeiros, médicos, erveiras. Juntar saber popular com saber científico”, conta. Este espaço coletivo tem cuidado do\as feirantes e dos visitantes que estão participando da feira com trocas de experiências.


No espaço são oferecidas atendimento médico, massagens, orientações de saúde e cuidados necessários, medicamentos fitoterápicos dos setores de saúde dos estados, produzidos a partir dos saberes do campo, dos trabalhadores e trabalhadoras da reforma agrária valorizando desta forma a saúde popular. Afirmando assim o lema de que saúde, é a capacidade de lutar contra tudo aquilo que nos oprime.


Banca de produtos

Rica_170504_IIFeiraDaReformaAgraria-0213.jpg
Foto: Rica Retamal


Além da tenda de atendimento ao público, durante a feira o setor de saúde do MST conta com uma banca de venda de produtos naturais para tratamentos alternativos de saúde. São comercializados extratos como própolis, óleos essenciais de arnica, angico, etc., tinturas e extratos de plantas medicinais, carvão vegetal, argilas, sabonetes, shampoos, entre outros.



*Editado por Solange Engelmann