Da Página do MST 


Organizados em equipes e contando com apoio da comunidade local, membros de movimentos populares, entidades, universidades, sindicatos e escolas da cidade de Campos dos Goytacazes seguem ocupando a área do Porto do Açu, em São João da Barra, no Rio de Janeiro. 


Há quatro dias os manifestante seguem em defesa das terras do Açu, denunciando a  promiscuidade da relação dos contratos públicos/privados que se repetem nos megaempreendimentos espalhados pelo Brasil.


Eles vêm sofrendo pressão e hostilidade por parte da empresa privada de segurança do porto "Sunset" e dá Polícia Militar do Estado  que está submetida aos interesses do empreendimento privado. 


Os manifestantes seguem em resistência e na busca de apoio da sociedade civil para continuar na luta pela retomada de seu território de origem.


Está marcado para esta terça feira  (25) um ato em defesa das terras do Açu". A atividade contará com a presença de movimentos populares, entidades religiosas e representantes locais. 

 

Direção Estadual do MST/RJ