7e3508e6-ec14-4e9c-abe3-ee0ed124b5e3.jpg

 

Por Coletivo de Comunicação do MST na Bahia
Da Página do MST


Com o objetivo de avaliar as turmas que estão inseridas no Projeto de Alfabetização “Sim, Eu Posso”, na última última sexta-feira (24), foi realizada no assentamento Margarida Alves, em Itabela, um encontro de formação com os educadores envolvidos no processo de aprendizagem.


Para Eleneuda Lopes, coordenadora do método na região, a atividade foi importante para avaliar a inserção dos educandos no projeto: “estamos na metade do processo e é necessário fazermos uma avaliação para ver se todos os educandos estão de fato acompanhado o método”, diz. 


Além da avaliação em torno da compreensão dos educandos, o encontro possibilitou uma análise da prática educativa dos educadores, coordenadores e da Brigada de Alfabetização Nacional, que também está envolvida.


Nesse sentido, foi possível vivenciar e construir um momento de reflexão com troca de saberes e apontando a importância de incentivar os educandos, para que não desistam do processo. Para isso, a música, o poema e a dança são ferramentas necessárias, explicou Lopes.

 

*Editado por Maura Silva