140e888b-43d5-437b-ae09-1551b94ed61c.jpg

 

Por Coletivo de Comunicação do MST na Bahia


Nesta quarta-feira (23), cerca de cinco mil trabalhadores e trabalhadoras ocuparam às ruas de Eunápolis, no Extremo Sul da Bahia, contra a Reforma da Previdência e a Reforma Trabalhista, medidas propostas pelo governo de Michel Temer (PMDB).


Servidores públicos, estudantes, Sem Teto, Sem Terra e outros setores organizados da sociedade, fizeram parte de ato. Para Ed Carlos, da direção estadual do MST, pela referência que o Movimento tem na luta pela garantia de direitos, seja do trabalhador rural ou da cidade, ocupar às ruas em defesa de cada cidadão é um dever político.


De acordo com a professora Jovita, da APLB Sindicatos, é necessário que o Brasil vá ás ruas com o objetivo de derrubar o governo golpista e suas medidas.


Pensando nisso, Ed Carlos destacou o posicionamento do MST contra a retirada de direitos e a avalanche conservadora que está tomando o país.


Em marcha pelas principais ruas da cidade, os manifestantes fecharam o cruzamento da BR 101 com a BR 367.


A luta faz parte dos diversos protestos realizados neste último período em todo país, que denunciam a retirada de direitos, com foco nos impactos que cada medida provoca na vida dos trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade.

9ce5ed43-f9a5-4bf8-beec-96335de92607.jpg