Da Página do MST 


Nesta quarta-feira (16), o fundador da CPT-RS (Comissão Pastoral da Terra do Rio Grande do Sul), Antônio Cechin, veio a falecer aos 89 anos. Nascido em Santa Maria/RS, no dia no dia 17 de junho de 1927, ele foi Irmão Marista, militante dos movimentos sociais. 

Para o MST, o irmão Antônio Cechin foi um verdadeiro profeta da terra, defensor das causas populares e da reforma agrária. Em nota, o Movimento manifesta seu pesar e afirma que sua luta ao lado dos mais pobres será eternamente inspiração para os Sem Terra continuar lutando pela concretização da Reforma Agrária. 


Além de fundador da Pastoral da Ecologia, da ONG Caminho das Águas, e do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), também ajudou a criar a Romaria da Terra e da Romaria das Águas e foi idealizador da missa em honra a Sepé Tiaraju. Ele estava internado no Hospital São Lucas da PUCRS, onde se recuperava de uma fratura na bacia.


Em janeiro de 2013, o Irmão concedeu uma entrevista ao Sul21 e falou sobre as atividades que influenciaram uma geração de militantes no Rio Grande do Sul e no Brasil.


O velório de Antônio Cechin está sendo realizado na Capela dos Maristas em Viamão, próximo ao Posto da Polícia Rodoviária Federal na RS 040.


Confira nota na íntegra. 


Antônio Cechin: Presente, presente, presente!


Com pesar informamos o falecimento do Irmão Antônio Cechin, ocorrido na manhã desta quinta-feira (16), em Porto Alegre, Rio Grande do Sul.


Cechin, nosso eterno grande amigo e conselheiro, nos deixou aos 89 anos de idade. Em uma vida inteira de lutas ao lado dos movimentos e organizações populares, ajudou a fundar o MST, a Comissão Pastoral da Terra, a Pastoral da Ecologia da CNBB, a ONG Caminho das Águas, a Romaria da Terra e a Romaria das Águas. Também foi o idealizador da missa em honra a Sepé Tiaraju, e teve atuação direta no trabalho de mobilização e organização dos catadores de materiais recicláveis.


Um verdadeiro profeta da terra, defensor das causas populares e da reforma agrária, Cechin nos acompanhou desde a ocupação da antiga Fazenda Annoni, em Pontão, na região Norte do RS. Ele sempre esteve presente nos momentos de conflitos e de conquistas.


Sua luta ao lado dos mais pobres será eternamente inspiração para nós, Sem Terra, continuarmos lutando pela concretização da Reforma Agrária Popular. Ao companheiro Cechin, nosso eterno obrigado!


Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST)
Lutar, Construir, Reforma Agrária Popular!