WhatsApp Image 2016-10-03 at 14.57.30.jpeg
Fotos: Adriana Gomes 

 

Por  Adriana Gomes 
Da Página do MST 


Cerca de 1200 famílias Sem Terra do acampamento Boa Vida ocuparam, no sábado (24), uma área de 21 hectares localizada no bairro Água Branca I e II, no município de Unaí, Minas Gerais.


Segundo os trabalhadores parte da área, que é massa falida do frigorífico do Grupo Arantes Alimentos, foi grilada e, hoje, tem lotes vendidos no valor de R$ 70 a 100 mil reais.


O grupo também atua clandestinamente realizando leilões de partes integrantes da área, mesmo após o financiamento do terreno pelo Banco do Brasil.

De acordo com o membro da direção nacional do MST, Lucimar Nascimento, a área ocupada não cumpre sua função social: “há mais de oito anos a área está desocupada e abandonada", declara.


Disputa


Um fato que evidencia o conflito de disputa pela terra é que durante os primeiros dias de ocupação já apareceram vários grileiros que se declaram donos da área. 


Atualmente  mais de cinco mil famílias aguardam moradia na região.


 

WhatsApp Image 2016-10-03 at 14.58.05.jpeg