IMG_6926 copy (1).jpg

 

Por Aline Oliveira
Da Página do MST


Cerca de dois mil trabalhadores rurais ocuparam na manhã desta segunda-feira (5) seis agências do Banco do Nordeste, nos municípios de Santa Quitéria, Quixadá,Crateús, Quixeramobim, Itapipoca e Canindé.

A ação faz parte da Jornada de Lutas Unitária dos Trabalhadores e Trabalhadoras e Povos do Campo, das Águas e das Florestas.


Os camponeses também exigem a suspensão imediata do Acórdão de número 775/2016 que inviabiliza a Reforma Agrária.


Eles também reivindicam o assentamento imediato das 120 mil famílias acampadas em todo Brasil, demarcação de terras indígenas e a não retirada de direitos pelo governo golpista de Michel Temer. 


Para discutir as pautas estaduais, os Sem Terra aguardam audiências com representantes do Banco do Nordeste, do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra), do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs) e do Governo Estado.