13962505_1189832101068094_6810530935329082145_n.jpg

Por Juliana Adriano
Da Página do MST


O MST realiza Jornada de Alfabetização “Sim, Eu Posso” - Círculos de Cultura em parceria com o governo do Maranhão. Esse processo solidário ocorre em oito municípios, com meta de 702 turmas e 14.040 educandos e educandas. A proposta é que, por meio da alfabetização inicial de jovens e adultos, se busque melhorar a vida desses maranhenses.


Em São Raimundo do Doca Bezerra, ao saber da visita do Governador ao município, os educandos construíram coletivamente a primeira carta da Jornada: “Senhor Governador Flávio Dino, o Sim, Eu Posso é muito importante para nós […] Gostaríamos muito que continuasse o Sim, Eu Posso no próximo ano, pois queremos aprender muito mais”.


O Governador recebeu a carta, fez a leitura publicamente e afirmou que o programa continuará no próximo ano.


Aprender a ler e a escrever enche o peito de dignidade. “Sem saber ler e escrever dependemos muito dos outros”, comentam os educandos. O método cubano “Sim, Eu Posso” é simples, com 65 videoaulas os educandos conseguem escrever uma pequena carta. Ele tem por base auxiliar o sujeito a aprofundar sua leitura de mundo.


Dessa forma, os educandos aprendem rápido e o clima de felicidade toma conta das turmas. À medida que o povo vai se tornando sujeito de sua história, o coração vai transbordando de esperança.
 

14053964_1189834011067903_3081598558703212922_n.jpg