Por Coletivo de Juventude e Comunicação do Maranhão
Da Página do MST

 

A juventude Sem Terra se reúne na Escola Oziel Alves no assentamento Nova Conquista, no município de Assailândia – Maranhão, para debaterem os desafios da organização dos estudantes dentro da escola, mas também qual a contribuição que a escola pode dar para o assentamento.


A programação faz parte das atividades que a juventude está realizando em torno da 7ª Jornada Nacional da Juventude Sem terra, como lema “Você tem fome de quê?”.


“Nós temos uma tarefa central para a juventude que é organizá-la dentro das escolas. A escola tem um potencial muito forte porque ela agrega muitos jovens e deve se constituir com um espaço de formação critica emancipadora", explica Leandro Diniz.


"Por isso, aqui estamos debatendo qual a educação que nós queremos para a juventude, não queremos uma escola que não discuta a nossa realidade e as questões ideológicas, por isso somos contra a PL Escola Sem Partido", conclui. A jornada da juventude está propiciando discutir com os jovens essas pautas.


A jornada nacional da juventude deverá se estender até o dia 13/08 com atividades nas demais regiões do estado, motivando a juventude para se organizar e fazer lutas de massas.

 

 

*Editado por Rafael Soriano