IMG_9510.jpg


Por Nelsina Gomes
Da Página do MST

Fotos Maria Aparecida


Cerca de 30 crianças vindas de diversos estados participam diariamente da Ciranda Infantil Paulo Freire. A atividade faz parte da programação do Festival Nacional de Artes e Cultura da Reforma Agrária, que acontece em Belo Horizonte, entre os dias 20 e 24 de julho. As atividades da Ciranda são realizadas sempre das 8h às 18h.


Os temas são definidos pelos educadores ainda pela manhã, antes de receberem as crianças. Entre as atividades, estão oficinas com brinquedos, para discutir a questão do brincar, além de atividades que estimulam a alimentação saudável, sempre de maneira lúdica e educativa.


“No MST o brincar tem uma dimensão pedagógica, discutimos junto aos meninos e meninas à acolhida, pertença e cultura popular. Além de tudo isso, educar é um ato de amor e responsabilidade de cada militante do MST”, afirma Elis Carvalho, da coordenação da Ciranda do Festival. 


A Ciranda conta com o apoio de educadores que vieram de diversos estados do país. Antes de chegarem ao Festival, os educadores passaram por um processo formativo, que os capacitou para receber as crianças que chegam à capital mineira.

IMG_9493.jpg

Ciranda Infantil Paulo Freire

A presença das crianças dentro das ocupações e assentamentos é uma realidade do MST desde seu inicio. Em 1997 no 1º Encontro Nacional dos educadores da Reforma Agrária (ENERA) os espaços educativos de todos os grandes encontros do Movimento passam a se chamar Ciranda Infantil Paulo Freire. Esta foi uma forma de homenagear um dos maiores educadores do país.