IMG_6584.JPG

 

Por Coletivo de Comunica;áo do MST na Bahia 

 

Em visita as organizações sociais, culturais e movimentos populares, o ator e ativista norte americano Danny Glover, percorreu neste sábado e domingo (25 e 26) a histórica rota de luta e resistência dos povos negros na Bahia.


Nesse percurso, os trabalhadores Sem Terra receberam o ativista e embaixador da boa vontade em Salvador. Na ocasião, os Sem Terra denunciaram o golpe contra a democracia que está em curso no país, bem como a violenta tentativa de criminalização dos movimentos populares.


Os trabalhadores frizaram o número crescente de assassinatos ocorridos no campo nas últimas décadas, bemm como a impunidade que persistem em cada caso. Como exemplo citaram as 19 mortes em Eldorados dos Carajás e os dois assassinatos ocorridos recentemente no Paraná. 

 

Além disso, os Sem Terra denunciaram a prisão pollítica e arbitrária de José Valdir Misnerovicz, detido desde 31 de maio.


Nesse sentido, Danny Glover, refletiu sobre a importância da Reforma Agrária como ferramenta capaz de mudar o sistema de exploração do capital, e resaltou a importância da luta e resistência das famílias Sem Terra nessa construção.


"O MST mudou a cara da Reforma Agrária, agora ela tem a cara do povo. Estamos tomando nossa terra de volta e essa terra é uma ferramenta importante para o estado de revolução", resaltou.


"E afirmou: "Diante da atual conjuntura mundial, de destruição do meio ambiente e utilização indiscriminada de agrotóxicos, a produção de alimentos, sem veneno, é um exemplo de soberania e emancipação popular".

 

IMG_6616.JPG


Golpe de Estado no Brasil


O ator aproveitou a ocasião para reafirmar seu posicionamento contra o golpe que se esta implementando no Brasil e se comprometeu em denunciar e cobrar dos senadores norte americanos vinculados a luta popular um posicionamento mais enérgico frente a essa questão.


"Não ao golpe! O capitalismo está querendo apoderar ainda mais das riquezas dos países latinos, o Brasil é um desses exemplos. É necessário que o mundo conheça essa tentativa de golpe pois isso causará muitos prejuízos à classe trabalhadora", afirmou Danny.

 

Reforma Agrária e Criminalização dos movimentos sociais

 

O ator se emocionou a escutar todo o público cantando em um só coro a "canção ordem e progresso", de Zé Pinto, afirmando que a letra da canção está repleta de mística e de força popular.

 

"A arte e a cultura são fatores importantes para que se fortaleçam as linguagens populares e a união entre os diversos movimentos e organizações populares que lutam pela construção da sociedade emancipada", afirmou.


"Mesmo com a tentativa de criminalizar os movimento populares, e ceifando varias vidas inocentes, eu vejo a esperança nesta canção. A sua música que é luta é também nossa esperança", comentou Glover.


O evento faz parte de uma agenda de visitas do ativista organizada pelo MST através da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado da Bahia (SEPROMI).


Contou com a presença de mais de 120 pessoas, representantes de diversos movimentos populares e organizações sociais, como: Levante Popular, Coordenação Nacional de Entidades Negras - CONEN, União Nacional dos Estudantes - UNE, Diretório Central dos Estudantes da UFBA, Consulta Popular, Coletivo de Entidades Negras – CEN, Marcha Mundial das Mulheres – MMM, Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais – ABGLT, Coletivo Quilombo, Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública do Estado da Bahia - SINDILIMP, Sindicato dos Eletricitários do Estado da Bahia - Sinergia, Conselho de Cultura, Bahia Tursa, Intersindical, Espiral do Reggae, entre outros.


Além disso, contou com a participação da atriz Tânia Colto, do cantor Aloísio Menezes, da deputada federal (PC do B) Alicia Portugal, do deputado federal (PT) Valmir Assunção do PT e dos vereadores Suíca e Moises, ambos da cidade de Salvador.