ce jornada.jpg


Por Aline Oliveira
Da Página do MST


Na manhã desta quinta feira (09) camponeses Sem Terra e outros movimentos sociais do campo se mobilizaram nas cidades de Santa Quitéria, Tamboril, Crateús, itapipoca, Quixeramobim, Iguatu, e Fortaleza somando cerca de 3500 manifestantes.


Eles denunciam a retirada dos direitos dos trabalhadores, exigem o retorno imediato do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), e também dizem não ao governo golpista de Temer.


A atividade foi realizada nos centros das cidades , com marchas e intervenções nas agências da caixa econômica federal, na previdência social, no INSS, no Banco do Nordeste.


"Exigimos que esse Governo golpista e ilegítimo devolva o direito do povo. Não aceitamos o aumento das tarifas do Minha Casa Minha Vida, não admitimos que a idade para aposentadoria rural aumente, não aceitamos que um governo não aprovado pelo povo brasileiro se ache no direito de fazer do Brasil a pátria dos abutres", afirma Genivando Santos, da coordenação do MST.


*Editado por Rafael Soriano