Da Página do MST


Nesta quarta-feira (8), o Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos (FGCIA) realiza a audiência pública 'Os agrotóxicos e a (in)segurança alimentar', no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.


O evento que ocorrerá das 13 às 18 horas, tem como objetivo debater, coletar informações e propor encaminhamentos a respeito do impacto do uso de agrotóxicos na segurança alimentar em diversos municípios do estado. A discussão contará com representantes de órgãos públicos, associações civis, estabelecimentos de saúde, conselhos, universidades e movimentos sociais organizados.


Durante a atividade, será lançada a “Consulta Pública sobre Agrotóxicos” no município de Porto Alegre, além do relançamento da Campanha Permanente contra os Agrotóxicos e pela Vida.


Mais de 60 municípios serão contemplados nos debates, entre eles o de Alvorada, Arambaré, Araricá, Barra do Ribeiro, Brochier do Maratá, Butiá, Cachoeirinha, Camaquã, Campo Bom, Canoas, Capela de Santana, Capivari do Sul, Dom Feliciano, Eldorado do Sul, Estância Velha, Maratá, Mariana Pimentel, Mostardas, Nova Hartz, Nova Santa Rita, Novo Hamburgo, Palmares do Sul, Paverama, Portão, Porto Alegre, Santo Antonio da Patrulha, São Jerônimo, São José do Sul, São Leopoldo, Sentinela do Sul, Sertão Santana, Tabaí, Tapes, Taquari, Tavares, Triunfo, Tupandi e Viamão.


Fórum Gaúcho


Formado por 51 instituições, o Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos é uma iniciativa do Ministério Público Federal (MPF/RS), Ministério Público do Trabalho (MPT) e Ministério Público do Estado (MP/RS). Ele é coordenado pela procuradora da República Ana Paula Carvalho de Medeiros (MPF/RS), tendo como adjuntos o procurador do Trabalho Noedi Rodrigues da Silva (MPT) e o promotor de Justiça Daniel Martini (MP-RS).


*Editado por Iris Pacheco