Por Coletivo de Comunicação do MST na Bahia

 

Pelo quinto ano consecutivo, o MST em parceria com outras organizações do campo e da cidade realizaram nesse último sábado (04) a tradicional "Montaria dos amigos do MST".


Nesse ano, a atividade contou com a participação de 3 mil pessoas que se reuniram na comunidade de Limeira, no Prado, e percorreram 10 km até o Assentamento Jací Rocha, onde a montaria foi culminada com diversas apresentações musicais dos artistas da Reforma Agrária, como Emerson Batista e Adilson Silva e do amigo do MST, Vanoly Cigano.


A montaria teve o objetivo de fortalecer a unidade entre os trabalhadores do campo e da cidade, pautando a Reforma Agrária Popular como instrumento de resgate e fortalecimento da cultura popular.


De acordo Maristela Cunha, da direção estadual do MST, a atividade foi uma ferramenta importante que permitiu fortalecer o diálogo com a sociedade e, ao mesmo tempo, permitiu resgatar tradições culturais que valorizam a identidade camponesa.


"A montaria dos amigos nos permite mostrar à sociedade que a Reforma Agrária muda a vida de muitas pessoas e não somente no âmbito econômico, mas também no âmbito político e cultural, possibilitando-nos pautar nossa posição de classe", explicou.


Já Dalvadisio Lima, amigo do MST na região, salientou a importância e o fortalecimento contínuo do diálogo entre o campo e a cidade, e ao mesmo tempo, destacou como é primordial o papel das famílias Sem Terra na região.


Campo e cidade


A atividade reuniu trabalhadores dos municípios de Itamaraju, Prado, Teixeira de Freitas e Alcobaça. Reafirmando a postura popular e de unidade política entre os trabalhadores do campo e da cidade.


Pensando nisso, Antonio Filho, popular Paraguai, acredita que nesta 5º edição da montaria entre amigos houve o fortalecimento da unidade a partir de uma festa de grande magnitude e que superou as expectativas de público e organização.


O evento contou com a participação do deputado federal Valmir Assunção (PT–BA), diversos militantes do MST no estado, entre eles: Marcio Matos, pré candidato a prefeito em Vitória da Conquista e Evanildo Costa, dirigente nacional do MST.


Diversas lideranças políticas da região também se envolveram no espírito de confraternização e unidade política construídas com a montaria.

 

 

*Editado por Rafael Soriano