WhatsApp-Image-20160527 (1).jpeg
Fotos: Aline Oliveira 

 

Por Aline Oliveira e Tiago Pereira
Da Página do MST

 

Na manhã desta sexta feira (27), começou a III edição da feira da Reforma Agrária do Sertão Central, no município de Quixeramobim, Ceará.


O evento está sendo realizado pelo MST em conjunto com a Cooperativa Regional dos Assentamentos de Reforma Agrária do Sertão Central do Ceará (COOPERASC). 


A programação que segue até sábado (28), conta com palestras sobre agroecologia e alimentação saudável, Reforma Reforma Agrária Popular, atos políticos e educacionais. 

 

WhatsApp-Image-20160527 (2).jpeg



Na feira são encontrados ovos, leite, queijo, cheiro verde, mel, batata, feijão, milho verde, galinha caipira, abóbora, cachaça orgânica, castanha, carne de caprinos e ovinos, farinha e artesanatos de 40 assentamentos da região.


Todos os produtos produzidos pelos agricultores, com o cultivo agroecológico e de forma saudável.


Para Francisco Valdecir, assentado e feirante "a feira é um espaço importante para divulgação dos produtos produzidos com qualidade, através do trabalho com a terra".


Já para Francisca Cruz da coordenação do MST no estado "a feira tem como objetivo principal dialogar com a cidade sobre a importância da soberania alimentar, que preze por uma produção saudável, que leve em conta a saúde humana e o meio ambiente".


Segundo João almeida, médico do MST e membro da rede nacional de médicos populares, a feira cumpre o papel de mostrar pra sociedade que existem outras formas de produção. 


''Sabemos que hoje o mercado tem investido muito no agronegócio, nos transgênicos e isso tem acabado com a saúde de nosso povo, existem várias doenças decorrentes de alimentos que contém uso de agrotóxicos'', finalizou.