Catiana de Medeiros
Da Página do MST

 

Pautando as lutas pela terra no Brasil e os 20 anos do Massacre de Eldorado dos Carajás, universidades de Pelotas, na região Sul do Rio Grande do Sul, realizam desta quarta a sexta-feira (4 a 6) a 3ª Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária.


No município, a jornada resulta da construção coletiva entre a Universidade Federal de Pelotas (UFPel), a Universidade Católica de Pelotas (UCPEL) e Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul), em parceria com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).


O evento acontece com agenda itinerante nas três instituições de ensino e terá vídeos debates, atividades culturais, painéis reflexivos e exposição fotográfica de Sebastião Salgado, que retrata a luta pela terra, e um painel de memória do Massacre em Eldorado de Carajás.


A Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária foi construída pelo MST e tem o intuito de dar visibilidade à questão agrária, aos saberes da terra e à memória de luta do Movimento nas universidades brasileiras.


Ao longo dos anos, várias instituições assumiram o evento junto aos Sem Terra e estão realizando ações simultâneas para repercutir o processo no ambiente acadêmico e na sociedade.


Este ano, as atividades denunciam os 20 anos de impunidade do Massacre de Eldorado dos Carajás, ocorrido em 17 de abril de 1996 no estado do Pará. 


A Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária foi construída pelo MST e tem o intuito de dar visibilidade à questão agrária, aos saberes da terra e à memória de luta do Movimento nas universidades brasileiras.


Confira a programação:



Quinta-feira (05) – IFSul

– Exposição fotográfica: Luta pela Terra no Brasil
Local: Saguão do Campus/IFSUL – Praça 20 de Setembro, 455, Centro
Horário: 8 horas às 18 horas


– Cine Debate: Terra para Rose
Horário: 14 horas às 17 horas
Local: Miniauditório 2 IFSul


– Apresentações artísticas e culturais
Horário: 19 horas às 22 horas
Local: Casa do Trabalhador – Rua Santa Cruz, 2454, Centro

Sexta-feira (6) – UCPel

– Exposição fotográfica: Luta pela Terra no Brasil
Horário: 8 horas às 22 horas
Local: Saguão/ Campus I/ UCPel – Rua Gonçalves Chaves, 373, Centro

– Cine Debate: O Veneno está na Mesa II
Debatedor: Cleomar de Witt, assentado da Reforma Agrária e estudante de Agronomia
Horário: 14 horas às 17 horas
Local: Sala de Vidro/ Saguão/ Campus I/ UCPel – Rua Gonçalves Chaves, 373, Centro

– Painel: Direito à Terra e Educação
Painelistas: Antônio Leonel Rodrigues Soares, coordenador das Comunidades Quilombolas do Rio Grande do Sul; Raquel Monteiro, assentada da Reforma Agrária
Horário: 19h15 às 22 horas
Local: Auditório Dom Antonio Zatera/ Campus I/ UCPel – Rua Gonçalves Chaves, 373

 


Este ano, as atividades denunciam os 20 anos de impunidade do Massacre de Eldorado dos Carajás, ocorrido em 17 de abril de 1996 no estado do Pará.