Da Página do MST

 

 

Na tarde desta terça-feira (3), o Acampamento Frei Henri (Fazenda Fazendinha) com 154 famílias acampadas há seis anos, localizado as margens da PA 275 no município de Curionópolis foi atacado por um grupo de pistoleiros acompanhados de duas viaturas da Polícia Militar


Toda ação tem a presença do Fazendeiro Darlan Lopes, conhecido como "Dão". As informações vêm das famílias que estão no local.


Relatos afirmam que os pistoleiros abriram fogo contra o acampamento e que as viaturas circulam como forma de aterrorizar as famílias.


Uma vala está sendo construídas pelo fazendeiro as margens do acampamento como uma espécie de “barreira de contenção” impedindo o acesso a água e aos plantios que as famílias tem no entorno do acampamento.


Este não é o primeiro ataque feito contra o acampamento. Desde o ano passado são registradas ocorrências na Delegacia de Conflitos Agrários e nenhuma providencia foi tomada como medida contra a ação do fazendeiro Darlam Lopes, o “Dão”.


A área já é comprovada como da União e espera uma decisão do Supremo Tribunal Federal a favor dos trabalhadores para efetuar a reintegração de posse e construção do assentamento pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). O processo está parado há mais de três anos.