IMG_20160502_075528173_HDR.jpg

 

Da Página do MST
Por Aline Oliveira


Na manhã desta segunda-feira (2), cerca de 600 Sem Terra ocuparam o palácio do Governo do Estado do Ceará. A principal reivindicação é uma audiência imediata com o governador do estado Camilo Santana (PT-CE).


Desde o dia (28), os Sem Terra estão acampados na sede do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em um acampamento montado na avenida José Bastos. Desde então, uma série de audiências estão sendo realizadas com o intuito de negociar a pauta apresentada pelos trabalhadores. As reuniões já aconteceram com as secretarias de Cidades, Educação, Cultura e Juventude.

IMG_20160502_075440439.jpg


Além de cobrar projetos produtivos e de desapropriação de terras, os Sem Terra pretendem negociar pautas referentes à seca que afeta os assentamentos da região há cinco anos. 


Para Denilson Alves, do assentamento São Manoel em Tamboril, as ações são para cobrar do Estado o cumprimento das promessas feitas aos Sem Terra.


"Esperamos que a nossa pauta seja negociada e que tenhamos boas respostas. Nos últimos tempos o governador tem se comprometido em resolver nossas reivindicações, mas, infelizmente, em nada tem avançado, finalizou.