jornada mst.jpg

 

Da Página do MST 

 

Em abril, foi realizada a 3ª Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária. Dezenas instituições de ensino superior entre campus, institutos e universidades brasileiras desenvolveram atividades em torno da jornada, como debates, palestras, exposição fotográfica, exibições de teatro, filmes e feiras com produtos da Reforma Agrária.


O objetivo da jornada é levar o debate da Reforma Agrária e a luta do campo para o cotidiano das universidades e, assim, abrir um canal de diálogo e formação com os estudantes.


Os principais temas discutidos foram reforma agrária, agroecologia, cujo interesse vem crescendo,alimentação saudável, educação do campo a conjuntura política atual, além da violência no campo, marcado pelos 20 anos do massacre de Carajás, que deu a tônica de todas as atividades nesta edição. 


Para o MST a avaliação de mais essa jornada é muito positiva. “A realização da Jornada Universitária vem se constituindo num espaço de amplos debates em torno da Reforma Agrária nas universidades, concentrado num mesmo período. É uma forma da comunidade universitária dialogar sobre a realidade do campo, a Reforma Agrária, que alimentos queremos consumir, além de ser uma oportunidade para que muitos militantes e dirigentes do MST e outros movimentos sociais possam discutir com estudantes e professores. Uma grande iniciativa”, afirma Edgar Jorge Kolling, do setor de Educação. 


Em maio, ainda estão programadas atividades em algumas instituições. Dentre as universidades que participaram da Jornada estão Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Universidade Federak de Santa Catarina (UFSC), Instituto Federal de Alagoas (IFAL), Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Centro Universitário CESMAC, Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Universidade de Brasília (UNB), Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS - Laranjeiras do Sul), Instituto Federal de Goiânia (IFG), Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), UniRio, Faculdade União de Goyazes, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA), Unioeste, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq – USP),  Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Estadual do Ceará (UECE), Universidade Estadual Paulista (Unesp – Presidente Prudente).