IMG_2320.JPG

 

Por Fábio Reis
Da Página do MST

 

Cerca de 100 jovens do campo e da cidade se reuniram na noite desta terça-feira (26), no auditório da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) para debater temas relacionados ao campo  na III Jornada Universitária em defesa da Reforma Agrária. 


A mesa de debates foi composta por Keslen Mariel Muller, assentado e bolsista do projeto Residência Agrária Jovem; Priscila de Oliveira, do Coletivo Nacional de Juventude do MST e Natacha Zanatta, professora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).


A atividade que contou também com a  apresentação da peça teatral, "A farsa da Justiça Burguesa”, protagonizada pelos participantes do evento, discutiu as demandas da juventude camponesa. 


O evento também abordou a violência no campo em consonância com o tema da Jornada que este ano foi o Massacre de Eldorado dos Carajás.

 

Sobre a Jornada Universitária 


A Jornada Universitária é construída em parceria com instituições, professores e colaboradores que acreditam no avanço da relação entre campo e cidade.


O evento, que está em dua terceira edição, já é sinônimo de avanço na construção de uma universidade popular e democrática.


Ainda ao longo da semana segue a programação na UFSC, com apresentações de filmes, debates, palestras e intervenções teatrais.