Por Geani Paula Souza e Valter de Jesus Leite
Da Página do MST


O Colégio Estadual do Campo Contestado, situado no Assentamento Contestado na Lapa, estado do Paraná, ganhou o prêmio Orierê- Cabeças Iluminadas, do Centro Cultural Humaitá, com o tema Zumbi dos Palmares.


O prêmio Orierê – Cabeças Iluminadas foi criado em 2009 pelo Centro Cultural, com intuito de valorizar e evidenciar a herança Africana e Afro-Brasileira no Paraná. O colégio participou pelas categorias redação e painel, nas quais ganhou.


A inscrição para participação na premiação contemplou três categorias: painel, redação e composição musical, ambas as categorias tinham a exigência que fosse uma produção coletiva dos estudantes, ao todo foram 800 inscrições distribuídas nas três categorias.


De acordo com a Professora Adriana Alexandre, os processos formativos foram satisfatórios, por permitir a participação do coletivo de educadores, membros da comunidade e dos estudantes, desde o 6º ano ao 3º ano do Ensino Médio, com danças, encenações, produções de textos, músicas e painéis.


“As atividades de preparação e estudo envolveram diferentes metodologias, leituras de textos e a biografia de Zumbi dos Palmares e Dandara, bem como a história dos Quilombos no Brasil. Além disso, assistimos ao filme “Quilombo” (1984) e vimos imagens da época que contribuíram para um bom trabalho”, relata Adriana.


Segundo o Instituto Humaitá, em 2015 o tema Zumbi dos Palmares – Herói Nacional foi escolhido por sua relevância histórica, social e cultural, com o objetivo de fomentar e difundir conhecimentos acerca da vida do lutador.


Como resultado de participação no concurso o Colégio Contestado foi premiado pela categoria redação e serão contemplados com visitação ao Museu Afro Brasil em São Paulo.


Já a Escola Itinerante Paulo Freire, situada no Acampamento Reduto de Caraguatá, no município de Paula Freitas, desenvolveu processos de estudo acerca da história do Zumbi dos Palmares e decidiram a participação do concurso pela categoria painel.


Cada turma produziu um painel e deliberou coletivamente qual iriam inscrever no concurso, no qual foi escolhido o da turma do 9º ano: “Punhos de pedra, zumbi nosso herói inspiração da nossa luta”, que receberá a certificação de premiação Orierê – Cabeças Iluminadas.


Segundo a coordenação das duas escolas, todos os anos o tema Zumbi dos Palmares e o Quilombo é um componente curricular do plano de estudo. A participação no concurso foi para potencializar esse processo e evidenciar esta parte da história do Brasil que não é retratada nas demais escolas.

 

IMG-20160217-WA0003 (2).jpg