Da Página do MST


Na madrugada dessa segunda-feira (21), perdemos um grande lutador do povo brasileiro: Joaquim Ribeiro dos Santos.


Joaquim foi um dos fundadores do MST no Pará, participou da ocupação da fazenda Ingá em 1990, no Município de Conceição do Araguaia. Em 1991, junto com outros companheiros e companheiras, foi preso em Marabá quando tentavam deslocar o MST para a região, numa ação que ficou conhecida pela Policia Federal como “os remanescentes da Guerrilha do Araguaia".


Em 1992 contribui na ocupação da fazenda Rio Branco, que deu origem ao primeiro assentamento do MST em Parauapebas, e em 1994, da luta da "Cinturão Verde", que deu origem a Palmares I e II, onde também foi assentado.


Foi um dos primeiros representantes do MST/PA na coordenação nacional. E também fundador e presidente da APROCPAR, associação do Assentamento.


Joaquim faleceu no hospital municipal de Parauapebas, de insuficiência dos órgãos, três dias após ter sido encerrado o Encontro Estadual do MST/PA pelos seus 25 anos, e que ele estava orgulhoso por isso!


O velório está sendo no assentamento Palmares II.


Despedimos-nos de um grande lutador!


Coordenação Estadual do MST/PA