Da Página do MST


Desde a manhã do último sábado (28), cerca de 550 famílias do MST ocupam a Fazenda Marília, em Londrina, Paraná. A propriedade pertence a familiares do ex-deputado - já falecido - José Janene (PP). É uma área de 200 ha que fica no distrito de Lerroville (zona sul) e está arrendada para um produtor que cria gados e planta soja no local.


Segundo Damasceno, da coordenação do MST, a propriedade ocupada é uma de diversas que Janene teria adquirido com dinheiro desviado por meio do mensalão e do petrolão que estão bloqueadas pela Justiça.


"Nós exigimos que o Incra adquira a propriedade, deposite o valor em juízo e encaminhe as terras para as nossas famílias. São fazendas bloqueadas pela Justiça, e que podem muito bem ser encaminhadas à reforma agrária", salientou.


Todas as famílias atualmente instaladas na propriedade dos Janene já haviam ocupado a Fazenda Figueira, de propriedade da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo (USP), em agosto deste ano. Os manifestantes passaram algumas semanas em acampamento, mas deixaram o local em outubro, após a Justiça considerar a área produtiva e conceder reintegração de posse.


Atualmente, as famílias do MST da região de Londrina aguardam o Incra selecionar novas áreas para elas.