lançamento_FBP_DF (1).jpg


Da Página do MST


No próximo dia 5 de novembro, movimentos populares, sindicais, pastorais, partidos políticos, intelectuais e artistas realizarão o lançamento da Frente Brasil Popular (FBP) no Distrito Federal (Confira o evento no Facebook).


A atividade acontece no Auditório do SINDSEP-DF, às 18h30, e contará com a participação de João Pedro Stedile, da coordenação nacional do MST, e Erica Kokay, deputada federal e referência da luta popular no DF.


A FBP representa um esforço nacional de unidade entre diversas forças sociais para enfrentar a atual de crise política e econômica que atinge o país.


Um dos pontos centrais da Frente é derrotar a ofensiva das forças conservadoras, que procuram impor um ajuste fiscal que corta orçamento dos programas sociais e retira direitos trabalhistas.


Outro ponto é a defesa à democracia, já que na avaliação dos que compõem a Frente, está em curso um projeto para derrubar a presidenta Dilma Rousseff, eleita democraticamente nas urnas em 2014.


Abaixo, confira a convocatória do ato de lançamento:


LANÇAMENTO DA FRENTE BRASIL POPULAR DO DF
EM DEFESA DA DEMOCRACIA E DOS DIREITOS DAS TRABALHADORAS E DOS TRABALHADORES


Data: 5 de novembro, quinta-feira
Horário: 18h30
Local: Auditório do SINDSEP-DF (SBS Qd. 01 Bloco “K” – Ed. Seguradoras – 17º andar)


Convidamos todas/os integrantes dos movimentos populares, sindicais, da juventude, negras/os, mulheres, LGBT, pastorais e partidos políticos, intelectuais, religiosas/os e artistas para o Lançamento da Frente Brasil Popular (FBP) no Distrito Federal.


A atividade terá a participação de João Pedro Stedile, dirigente do MST e integrante do coletivo nacional da FBP, e de Erica Kokay, deputada federal e referência da luta popular no DF.


A FBP representa um esforço nacional de unidade para derrotar a ofensiva das forças conservadoras e golpistas, que atuam para derrubar, sabotar e também impor ao governo o programa derrotado nas urnas, assim como propor outra política econômica, que supere o ajuste fiscal de cortes no orçamento e retirada de direitos.


No Distrito Federal, o governo Rodrigo Rollemberg promove um duro ajuste fiscal. Diversos segmentos da sociedade estão em luta contra medidas antipopulares, como o arrocho salarial das/os servidoras/es públicas/os e o aumento de impostos e tarifas, elitizando espaços comuns de lazer.


Além disso, o governo distrital tem lançado mão de uma política de criminalização dos movimentos sociais que lutam pela reforma agrária e urbana e tem responsabilidade por uma violência desmedida contra a juventude negra e pobre da periferia, praticada pela Polícia Militar.


Barrar a retirada de direitos exige unidade e luta. Precisamos disputar a sociedade e as ruas e por isso é necessário construir uma frente popular e mobilizar a sociedade. Participe da atividade de lançamento e vamos construir juntos a Frente Brasil Popular no Distrito Federal!


Convocam para a construção da FBP no DF:

CUT- Central Única dos Trabalhadores
MST- Movimento do Trabalhadores Rurais Sem Terra
CMP- Central dos Movimentos Populares
Levante Popular da Juventude
Marcha Mundial das Mulheres
Comissão de Justiça e Paz
CTB- Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
FNDC- Fórum Nacional de Democratização da Comunicação
Fora do Eixo
MAM- Movimento dos Atingidos pela Mineração
MPA- Movimento dos Pequenos Agricultores
Refundação Comunista
Renap- Rede Nacional de Advogados Populares
UJS- União da Juventude Socialista
UNE- União Nacional dos Estudantes
PT
Consulta Popular
PCdoB


*Esta convocatória está aberta para a adesão de sindicatos, movimentos, entidades, coletivos que concordam com o Manifesto da Frente Brasil Popular (em http://frentebrasilpopular.com.br/manifesto-ao-povo-brasileiro/ ) e querem contribuir na construção no Distrito Federal.  Também está aberto para intelectuais e jornalistas que atuam em diferentes espaços da mídia popular e que compartilham desse esforço.
Para aderir, envie um e-mail para secretaria@frentebrasilpopular.com.br