IMG-20151021-WA0107.jpg

 

Por Rey Costa
Da Página do MST


Na tarde dessa quarta-feira (21), cerca de 300 Sem Terra realizaram uma marcha pelas ruas do município de Imperatriz, na cidade do Maranhão. 


Os trabalhadores vindos de sete acampamentos do MST das regiões sul e sudoeste do estado, reivindicam a aquisição de terras públicas para criação de assentamentos de Reforma Agrária e denunciam as atrocidades cometidas rotineiramente na região por milícias rurais contra acampados.


Parte dos Sem Terra também ocupou a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) 


Os trabalhadores aguardam para essa quinta-feira (22), uma audiência com o superintendente do Incra e com representantes do Programa Terra Legal, órgão responsável pela regularização de terras públicas.


Segundo a direção do MST no Maranhão cerca de 3 mil  famílias estão acampadas no estado, mais da metade destas em áreas da união.