IMG_5525.JPG

 

Por Gustavo Marinho
Da Página do MST

 

Na manhã desta terça-feira (20), cerca de 150 Sem Terrinhas ocuparam a sede da prefeitura do município de Olho D’Água do Casado, na região do Sertão Alagoano. 

 

Com faixas e palavras de ordem, as crianças acampadas e assentadas da região exigiram melhorias nas estruturas das escolas do município, além de infraestrutura para os assentamentos.


Entre as demandas, os Sem Terrinha cobram qualidade no transporte escolar. Segundo José Neto, da Direção do MST, atualmente as crianças são transportadas em veículos lotados, amontoando-se até chegar à escola.


“Aqui os Sem Terrinhas fazem a denúncia do que é vivido por eles diariamente, seja o transporte escolar, a reforma das escolas, melhoria nas estradas, o acesso à saúde, tudo isso passa pela vida das crianças acampadas e assentadas e hoje eles estão nas ruas para mostrar que também são protagonistas das lutas e das suas conquistas”, disse José Neto.


Para  Alécia Alves, de 14 anos, do assentamento Gastone Beltrão, educação e saúde são as principais reivindicações das crianças da região. “Essa nossa luta hoje é para defender os direitos de todas as crianças e jovens da cidade”, ressaltou.


 

Pelo direito de estudar, brincar e ser feliz


Também compondo a Jornada Sem Terrinha no estado, na última sexta (16), as crianças do município de Matriz do Camaragibe, na Zona da Mata Alagoana, realizaram um dia de esporte e lazer no assentamento Florestan Fernandes.


Diversas crianças dos assentamentos da região reuniram-se em uma grande festa onde a alegria, diversão e aprendizado caminharam juntos.


Desde oficinas de confecção de brinquedos com materiais reutilizados, torneio de futebol de sabão e uma maratona de brincadeiras, as crianças comandaram o dia reforçando a identidade e o papel das crianças nas áreas de Reforma Agrária.


IMG_5558.JPG