18852804794_1ba5dfe3ae_b.jpg

 

Do Coletivo de Comunicação do MST na Bahia
Da Página do MST


Entre os dias 16 e 19 de setembro a Universidade Estadual de Feira de Santana (UESF), na Bahia receberá o 17º Encontro Estadual de Educadores e Educadoras do MST no estado.


A atividade, que tem como objetivo pensar a educação do campo a partir da realidade vivida nos assentamentos e acampamentos, pretende reunir cerca de 500 educadores que atuam diretamente nas 10 regiões do estado onde o MST está organizado.


Desafios


A programação foi pensada a partir dos desafios enfrentados pelo setor de educação do MST no processo de organização política e pedagógica das escolas do campo. 


Neste cenário, diversas mesas de discussão vão realizar analises críticas a partir da conjuntura política atual e as contradições da educação brasileira, sem perder de vista, as questões que envolvem a Reforma Agrária e a educação popular. 


Outro momento aguardado por todos são os relatos das experiências vividas na Bahia, tendo como base a educação infantil, o método trabalhado com os adolescentes e o processo de alfabetização e formação dos jovens e adultos.


Além disso, muitas conversas nos grupos de trabalho pretendem problematizar a ordem pedagógica e política que atingem a educação voltada a infância, adolescência, juventude, adultos e idosos Sem Terra, analisando as atuais políticas de educação.



Com este método de formação continuada, os participantes estão se preparando para o 2º Encontro Nacional de Educadores e Educadoras da Reforma Agrária (ENERA) que acontecerá entre os dias 21 e 25/8, em Luziânia, Goiás.