3 curso.png


Do Curso de Comunicação Popular


As inscrições para o Curso de Comunicação Popular do Paraná estão abertas. A terceira edição da iniciativa será realizada entre os dias 14 e 16 de agosto, em Curitiba-PR, na sede da APP-Sindicato.


Com o tema “Pés no chão e mãos na mídia: estratégias de comunicação e luta política”, curso tem o objetivo ser espaço para formação, debate de ideias, troca de experiências, exercício prático e a soma das forças do campo da comunicação popular do estado.


Para preencher o formulário basta acessar o site do Curso de Comunicação Popular e clicar no menu Inscrição. O prazo é dia 10 de agosto. A organização do curso também está prevendo a realização de inscrições físicas nas comunidades.


A participação é de R$ 15,00, mas para as pessoas que não têm condições de arcar com o custo é possível optar, no ato da inscrição, pela isenção no pagamento. Para as/os participantes pagantes, após o preenchimento do formulário online, esta/este deve realizar o depósito e fazer o envio do comprovante para o email compopularpr@gmail.com. Os dados bancários estão informados no próprio formulário.


A taxa visa contribuir com despesas gerais do Curso e com participantes que precisam da isenção e apoio para alimentação. Além disso, a inscrição com confirmação em depósito dá à organização do Curso a segurança quanto ao volume de participantes.


Programação


Já confirmaram presença nas mesas de debate Rosane Bertotti, coordenadora geral do Fórum Nacional pela Democratização da Mídia – FNDC, Vito Gianotti, coordenador do Núcleo Piratininga de Comunicação, do Rio de Janeiro, Laura Capriglione, dos Jornalistas Livres, de São Paulo/SP, entre vários convidados/as do Paraná e de outros estados.


Confira aqui para ver a programação


Esta edição também terá peso na apresentação de experiências e oficinas práticas, para estimular e possibilitar a ação concreta. Estão entre as experiências presentes na programação está a Rádio Comunitária Campeche, de Florianópolis/SC, e o jornal comunitário O Cidadão, da Maré, Rio de Janeiro.


Ação política


Em tempos de retrocessos de direitos, de avanço de pautas conservadoras e de criminalização das organizações sindicais e dos movimentos sociais, se amplia a necessidade de expandir a construção da comunicação popular. Como forma de ação política e ferramenta para o debate de ideias, a prática da comunicação popular é essencial para furar a barreira da mídia hegemônica, das grandes empresas de comunicação, e garantir a diversificação de narrativas e fortalecimento da participação popular.


O curso é voltado para organizações populares, sindicais, estudantes, professores, jornalistas, lideranças comunitárias, ativistas culturais, midialivristas e pessoas interessadas.


Construção coletiva


A ação é construída por um conjunto de movimentos sociais e organizações do campo popular e sindical, que compreendem a necessidade do fortalecimento e ampliação das práticas de comunicação popular. Na organização desta edição estão: Centro de Formação Urbano Rural Irmã Araújo (Cefuria), Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor-PR), Levante Popular da Juventude Paraná, Frente Paranaense pelo Direito à Comunicação e Liberdade de Expressão (Frentex-PR), Jornal Brasil de Fato-PR, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Central Única das Trabalhadores (CUT-PR), Sindicato dos Empregados em Estabelecimento Bancários de Curitiba e Região, Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (SINPAF/Floresta), Rede Livre e Soylocoporti.


>> Acesse aqui o evento no facebook

>> Acesse o cartaz de divulgação do Curso