abujamra.png

Da Página do MST


Na manhã desta terça-feira, perdemos mais um dos grandes artistas brasileiros, o eterno provocador Antônio Abujamra.


Incansável na defesa da cultura, sua identidade com o povo brasileiro o faz uma das pessoas imprescindíveis numa sincera transformação da nossa sociedade.


Suas opções por peças e os métodos teatrais de Bertolt Brecht e inserções no Teatro Oficina não deixam dúvida na intencionalidade com que Abujamra enxergava o papel e a importância da cultura enquanto uma ferramenta transformadora de valores e princípios.


Por isso e muito mais que Antônio Abujamra nos fará tanta falta na batalha das ideias. Todavia, somos gratos ao imenso papel que cumpriu à cultura do nosso povo ao longo de seus 82 anos de vida.


Que seus brados de indignação pairem sobre os ouvidos de cada um de nós, que suas provocações caminhem no incerto e idolatrem cada vez mais a dúvida, e que seu periscópio sobre o oceano do social se transforme na janela que sempre almejou que se abrisse para o mundo.


Coletivo de Cultura do MST.