rondonia.jpg

Da Página do MST


Cerca de 1.000 mulheres do MST, Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Via Campesina e do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) ocuparam o Palácio do governo do Estado de Rondônia.


As mulheres reivindicam saúde, terra, educação e o fim da expansão do agronegócio. Uma reunião com o governador Confúcio Aires Moura (PMDB), representantes do Instituto Nacional de Colonização Agrária (Incra) e da Caixa Econômica Federal está marcada para esta manhã.


Em seguida, as mulheres seguirão em marcha pelas ruas da cidade.