Por Ernesto Puhl Neto
Da Página do MST


Entre os dias 05 e 06 de fevereiro, o Centro de Formação Olga Benário, localizado no Município de Catanduvas, Santa Catarina, recebeu o primeiro 1° Encontro de Militantes e Estudantes do MST.


Estiveram presentes alunos dos cursos de graduação nas áreas de direito, serviço social, agronomia, história e medicina veterinária. 


No evento, foram debatidos temas relacionados a Reforma Agrária Popular e os desafios enfrentados pelo  Movimento diante da atual conjuntura política.


A luta pelo acesso ao conhecimento cientifico e a defesa das universidades públicas, como a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFSS), que atende várias regiões do Rio Grande do Sul, além do Oeste Catarinense e Sudoeste Paranaense, também foi defendida.


Para o integrante da direção do MST do estado, Paulo Carneiro,  a UFFS é uma ferramenta local que, se bem utilizada, tem o poder de alterar de maneira positiva a realidade local.


“O acesso ao conhecimento científico que a juventude da classe trabalhadora está tendo na universidade, é um dos elementos fundamentais para emancipação humana no processo de produção agrícola e tecnológico. É um espaço que, se bem aproveitado, só tende a auxiliar no processo de crescimento individual e coletivo”, conclui.