conquista_GO.jpg

Por Maura Silva
Da Página do MST


Nesta sexta-feira (24/10), os Sem Terra do estado de Goías conquistaram a posse da fazenda Santo Antônio do Amparo, onde será construído mais um Projeto de Assentamento (PA) no estado.


A área localizada no município de Amaralina, a 306 quilômetros da capital Goiânia, abriga 250 famílias que há mais de oito anos esperavam pela legalização.


Para o coordenador nacional do MST em Goiânia, Valdivino de Almeida Gomes, a conquista dessas famílias é resultado de uma luta que há anos foi travada na região. Segundo ele, o momento agora é de organização e planejamento.


“Estamos todos muito felizes, mas ainda temos muito que fazer. Vamos começar com o plantio coletivo de arroz, milho e feijão, além de estruturar melhor o assentamento para as famílias. Tivemos muitas conquistas em Goiás esse ano, mas ainda há muito que ser feito. Estamos satisfeitos pelas famílias assentadas, mas outras querem se juntar a nós e as ocupações na região vão continuar”, ressalta.


Estiveram presentes para oficializar o assentamento o ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Laudemir Müller e o presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Carlos Guedes.


Esse é o quinto acampamento contemplado pelo PA (mais 33 existem na região esperando a concessão) e o vigésimo da região norte de Goiás, onde estão assentadas 1.238 famílias em mais de 100 mil hectares.