semterrinhaaçailandia.jpg

Por Jordânia Silva e Divina Lopes
Da Página do MST


Cerca de 200 crianças Sem Terrinha se encontraram, nesta sexta-feira (17), para a 3° Jornada da Infância do Campo da Regional de Açailandia, no Maranhão. 


Nos dois dias anteriores foram intensificadas as atividades pedagógicas nas escolas de assentamentos de Reforma Agrária organizados pelo MST, além das demais comunidades do campo. 

 

semterrinhaaçailandiaII.jpg

Durante a atividade foram reunidos mais de 16 assentamentos e comunidades do campo, que se juntaram aos Sem Terrinha para lutar, brincar, estudar e socializar conhecimentos, cultura e arte.


O evento discutiu a identidade de quem vive no campo, os valores e direitos, além do resgate da luta do MST nesses 30 anos de existência. 


A programação contou com místicas, apresentações teatrais, lançamento do CD plantando Ciranda 3, além de muitas brincadeiras e animação regada pelas palavras de ordem dos Sem Terrinha: “bandeira, bandeira, bandeira vermelhinha, a história do Brasil está nas mãos do Sem Terrinha!”


A atividade foi realizada na quadra de esporte da Sedel, cidade de Açailândia, e contou com a contribuição e envolvimento de professores, coordenadores e do setor de educação do MST do município.


Uma grande marcha pelas ruas de Açailandia seguido de um ato político na Praça do Pioneiro encerrou a atividade.


No mesmo local, as crianças assistiram a peça teatral “Uma longa história”, encenada pelo grupo de teatro Rompendo Cercas, do Assentamento Nova Conquista, e entregaram  a pauta de reivindicação para Secretaria de Educação, em que cobram acesso, estrutura e qualidade da Educação do Campo.

semterrinhaaçailandiaIII.jpg

semterrinhaaçailandiaIV.jpg

semterrinhaaçailandiaV.jpg