* O Museu do Homem do Nordeste  foi fundado em 1979, pelo sociólogo Gilberto Freyre, é ligado à Diretoria de Memória, Educação, Cultura e Arte da Fundação Joaquim Nabuco, e tem a missão de pesquisar, documentar, preservar, difuindir e atualizar o rico patrimônio cultural do Nordeste, material e imaterial. O acervo, representativo da formação histórica, étnica e social da atual Região Nordeste, possui cerca de 15.000 peças, heranças culturais do índio, do europeu e do africano na formação do nordestino brasileiro. De materiais de construção dos Séculos XVIII e XIX aos mocambos; dos ex-votos aos objetos de cultos afro-negros; das bonecas de pano e brinquedos populares à cerâmica regional Vitalino, Nhô Caboclo, Zé Rodrigues, Porfírio Faustino e de outros notáveis e anônimos artistas do povo. Das tecnologias do trabalho no açucar à vida nas grandes senzalas. Tudo isso compões o acervo de um dos mais importantees museuis históricos-antropológicos do Brasil (Informações obtidas no site: www.fundaj.gov.br)