Da Página do MST


Nesta quarta-feira (24), será realizada a coletiva de imprensa para divulgar o resultado final do Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político.


João Paulo Rodrigues, da coordenação nacional do MST, e Vagner Freitas, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), irão compor a mesa, marcada para as 14h no Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo, na Rua Rêgo Freitas, 530.


A coletiva poderá ser acompanhada ao vivo por meio desse link: www.postv.org.


Além de apresentarem o número de pessoas que votaram a favor de uma reforma do sistema político, João Paulo e Freitas farão uma avaliação de todo o processo e apresentarão os próximos passos e desafios colocados sobre a Constituinte.



Uma das atividades é o acampamento nacional em Brasília que se será montado no mês de outubro, quando milhares de pessoas entregarão o resultado do plebiscito aos três poderes e à presidenta Dilma Rousseff.


Contexto


Entre os dias 1 a 7 de setembro, mais de 450 organizações sociais coletaram milhões de votos em todo o país por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político.


Ao todo, foram abertas mais de 40.000 urnas em todo o país, resultado da construção de mais de 2.000 Comitês Populares organizados em todos os estados da federação.


A unidade entre os mais diversos setores da sociedade brasileira garantiu a coleta de votos e, principalmente, uma ampla discussão na sociedade brasileira a respeito da necessidade da Reforma Política.


As organizações apresentaram à população uma saída concreta para que o Brasil possa avançar sobre essa questão e consiga enfrentar o poder econômico que pauta a democracia brasileira, sobretudo nas eleições com o financiamento privado de campanhas.


O Plebiscito representou uma tentativa vitoriosa de pautar o tema da Reforma Política na atual conjuntura, forçando, inclusive, que os candidatos à presidência da república se pronunciassem sobre o tema e dessem uma resposta ao intenso movimento verificado nas ruas em todo o todo o país durante a semana da pátria.