Por Rafael Soriano
Da Página do MST


Nem só do comércio de produtos alimentícios se faz uma feira camponesa. A 15ª Feira da Reforma Agrária, que acontece entre 10 e 13 de setembro na Praça da Faculdade (bairro do prado, em Maceió), celebra o encontro das culturas do campo e da cidade num Festival de Cultura Popular. 


Todas as noites, a partir das 17h, uma diversidade de atrações culturais locais e regionais se apresentam gratuitamente ao público.


Durante as noites de cultura, as atrações vão desde folguedos populares alagoanos, passando pela participação de bandas e cantores de renome na cultura alagoana, até o lançamento de dois filmes durante as exibições do Cineclube Cinema Na Terra. 


Na quinta-feira (11), às 18h, será o lançado em Alagoas o filme de Silvio Tendler, o Veneno está na mesa 2. No dia seguinte (12/09), no mesmo horário, o MST Alagoas lança sua nova produção audiovisual sobre a luta pela Reforma Agrária Popular.


Atrações de destaque na cena cultural regional estarão presentes no Festival, a exemplo do cantor e ganhador de festivais Júlio Uçá, a banda popular de Piaçabuçu Caçuá e o mestre sanfoneiro Afrísio Acácio, vindo do agreste do estado especialmente para a noite cultural da feira. Todas as noites, o Festival conta com apresentações de forró e atrações especiais vindas de Sergipe.


Este ano, uma novidade marca o Festival: a participação em destaque da cultura Sem Terra, organizada pelo Setor de Cultura do MST. 


Além de forrozeiros e cantores dos acampamentos e assentamentos do interior do estado, o público poderá conferir a apresentação de dois aboiadores, que trarão essa marca da cultura sertaneja para a capital Maceió.


O Festival de Cultura Popular da 15ª Feira da Reforma Agrária é uma iniciativa do MST para integração entre campo e cidade, nesse momento de celebração da fartura da produção de roças em acampamentos e assentamentos de toda Alagoas. 


Ainda fazem parte do Festival o reggae da banda Nação Palmares, o trio de forró Nó Cego, coco de Roda Ganga Zumba das Alagoas, os Seresteiros de São Vicente, Negão dos 8 Baixos e outras performances.


“A importância da Feira se coloca no contato direto entre feirante e famílias consumidoras, que podem comprar a produção saudável das roças de todo estado a preços justos, eliminando a figura do atravessador e celebrando as vitórias da luta pela Reforma Agrária”, explica José Roberto, da direção nacional do MST.


Confira Programação Completa:

Quarta (10/09)

- Escola de Samba Unidos do Poço

- Cerimonia de Abertura

- Bento forrozeiro – Cultura Sem Terra;

- Seresteiros de São Vicente

- Negão dos 8 baixos 


Quinta (11/09)

- Edna e Hélio – Cultura Sem Terra

- Boi Bumbá – Folguedos da Zona Sul

- Lançamento do filme O Veneno Está na Mesa 2, de Silvio Tendler

- Reggae Nação Palmares

- Julio Uçá


Sexta (12/09)

- Teatro Canudos em Movimento (SE)

- Lançamento do filme “O MST e a luta pela Reforma Agrária Popular”

- São João na Roça (SE)

- Afrísio Acácio (Arapiraca)

- Décio Nunes e banda (SE)


Sábado (13/09)

- Sivaldo (aboios sertanejos) – Cultura Sem Terra

- Coco de roda Ganga Zumba das Alagoas

- Grupo Caçuá

- Trio de Forró Nó Cego