Da Página do MST


Nesta quinta-feira (28), MST, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Central Única dos Trabalhadores (CUT) realizam uma coletiva de imprensa para falar sobre a Semana Nacional de Luta pela Reforma Política, que ocorrerá entre os dias 1 a 7 de semtebro.


A atividade acontece às 14h30 no auditório do Centro Cultural Evandro Lins e Silva (OAB), em Brasília (DF).


A pressão por mudança no sistema político será intensificada na semana da pátria. Organizada por mais 400 entidades de todo o país, a Semana Nacional de Luta pela Reforma Política Democrática colocará em evidência debates sobre financiamento de campanhas, alteração do sistema eleitoral, participação social, fortalecimento dos mecanismos de democracia direta, maior representatividade de mulheres e dos demais  grupos  subrepresentados nos espaços de poder, dentre outros.


Serão promovidas duas ações em conjunto. O Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político vai consultar a população sobre a convocação de uma assembleia nacional constituinte para fazer a reforma política.


Já são mais de 1.500 comitês organizados em centenas de cidades de todo o país, com urnas e cédulas de votação. A meta é recolher 10 milhões de votos. A população também poderá participar do plebiscito votando pela internet, no site: www.plebiscitoconstituinte.org.br. Um sistema que impede uma mesma pessoa vote várias vezes vai garantir a transparência da consulta. 


Ao mesmo tempo, serão coletadas assinaturas em favor do Projeto de Lei de Iniciativa Popular da Reforma Política Democrática. Assim como a Lei da Ficha Limpa, que partiu de uma iniciativa popular, o projeto precisa de 1,5 milhão de assinaturas para poder ser apresentado ao Congresso Nacional.


Representantes de entidades que organizam a Semana Nacional de Luta pela Reforma Política Democrática, como OAB, CNBB, MST, Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, UNE, CUT, entre outros, convidam os meios de comunicação para entrevista coletiva que vai detalhar as ações previstas.


A coletiva contará com transmissão online pelo CANAL - POSTV