Por Aline Oliveira
Da Página do MST


Mais de 2.000 Sem Terra realizam ações em diversas partes do estado do Ceará na manhã desta quarta-feira (25).


Por volta das 8h, os trabalhadores rurais trancaram as principais rodovias do estado. Cerca de 250 pessoas fecharam a BR 222, no município de Umirim. No município de Limoeiro do Norte, a BR 116 também foi trancada por cerca de 1.000 trabalhadores. Outros 400 Sem Terra trancaram a BR 020, em Canindé, e a estrada do algodão, no município de Quixadá, também foi bloqueada por 350 pessoas.


Os integrantes do MST cobram do governo do estado ações imediatas no combate a seca, a desapropriações de novas áreas e o assentamento das mais de 2.000 famílias acampadas no Ceará.


Paralelamente, está sendo realizada uma audiência com o ministro da integração nacional Francisco Teixeira. Entretanto, Genivando Santos, da coordenação do MST, acredita que “essa negociação não basta, por isso estamos realizando ações em todo o estado do Ceará para cobrar do governador Cid Gomes uma audiência com o MST, e discutir a nossa pauta que  há tempos não tem tido nenhum avanço”.


Os Sem Terra prometem continuar com as mobilizações até que uma audiência com o governador seja marcada.